153 - Metendo na Esposa do Meu Amigo

Como de costume lá estava eu, Domingo, almoçando na casa de Thiago, um amigo de trabalho. Havíamos combinado de assistir ao jogo do Tricolor em sua casa, sempre fazíamos isto. E por esta razão em sua casa eu já era categorizado como “...de casa”, mas olha, preciso admitir que o que mais me motivava a frequentar sua casa era sua esposa Ana. Que delícia! 
Ana é maravilhosa, carinhosa, atenciosa, e dona de um corpo tentador. Na empresa Thiago vive relatando as transas com sua mulher e eu ficava desenhando e fantasiando, me vendo em cada um daqueles relatos.

152 - Quando me Tornei Infiel

Meu nome é Cláudia, tenho 28 anos. Sou casada há algum tempo. Mas estava não estava em uma fase muito boa como meu esposo, tivemos um filho e desde então nossa vida sexual mudou do vinho para a água! O meu tesão que tinha por ele esfriou. E com a maternidade as coisas só pioram não me sentia desejada, minha libido estava em baixa totalmente, pois os olhares eram apenas de:
“Como ela é uma boa mãe, é não como ela é gostosa!”
Sentia-me muito feia, com a baixo-estima. Já que as atenções estavam voltadas para o bebê, não sentia vontade de me cuidar. Foi então, que resolvi pensar em uma mudança positiva, mas não sabia como!
Em um belo dia, ao ir trabalhar em uma empresa, ali conhecendo várias pessoas, sendo a secretária, seria mais fácil manter contato com outras pessoas. Dentre dessas pessoas, uma se destacava e cabia no meu tamanho certinho...

151 - O Coroa e Minha Mulher

Somos um casal na faixa dos 30, eu e minha mulher Silvia, nos damos muito bem na cama e temos nossas fantasias claro. Já fantasiamos ménage masculino e feminino, fantasiamos swing, em matéria de sexo somos bem quentes. Mas apesar de termos um casamento aberto entre aspas, porque jamais realizamos pessoalmente, apenas nas nossas fantasias, onde nos permitimos tudo, desde imaginar uma ménage com um negro por exemplo a um cara bem pauzudo, eu por minha vez imaginando em nossas relações com alguma loira fenomenal e coisas do gênero, isso apimentava nossos momentos íntimos.
Temos boa aparência em virtude de sermos bem atléticos, malhados em academia, minha mulher principalmente é dona de um corpinho muito gostoso, coxas grossas bem torneadas, bumbum arrebitado, e peitinhos médios e pontudos, que quando excitados parecem querer furar o top de ginastica.

150 - Noite de Loucura (Ela)

Fernando passou os últimos três anos tentando me convencer. Devagar, fui entendendo a ideia, às vezes difícil de assimilar por nós mulheres, de que a aventura seria apenas diversão, nada mais.
Apesar de considerar extremamente excitante a fantasia de sexo a três, estava ainda presa a pudores e receios. Casada há treze anos com um homem maravilhoso, companheiro e cúmplice, sempre me senti plenamente realizada no sexo. Sempre fizemos tudo o que dava vontade, temos muita confiança um no outro. Mas eu ainda pensava que a inclusão de um parceiro a mais numa transa poderia ficar apenas no campo da imaginação.

149 - Noite de Loucura (Ele)

Meu nome é Fernando, tenho 45 anos, moreno claro, 1, 75 h, casado há 13 anos com Cláudia, 38 anos, morena bem clara, alta, bumbum grande, coxas grossas. Somos um casal muito apaixonado um pelo outro e muito afinados em tudo. Nossa vida sexual é muito boa e costumo dizer que hoje temos uma vida melhor do que tínhamos no início do casamento. Acredito que, com o tempo, fomos nos afinando na cama e sabemos muito bem como dar prazer um ao outro.
Curtimos muito algumas pimentinhas como filmes e brinquedinhos eróticos. Cláudia, particularmente, gosta muito de assistir a cenas de trios (ménage masculino) e sempre percebi que isto a excitava muito quando estamos namorando e assistindo a estas cenas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...