237 - Todos Eles Me Comeram

Nessas férias, o Giba e eu decidimos visitar vários lugares. Aqui perto de Fortaleza tem uma praia chamada praia do Icaraí, e lá ficamos em uma pousada para passar uns dias. Durante o dia saímos para a praia e lá o Giba encontrou com uns amigos e ficamos sentados na mesma mesa que eles. Conversamos e bebemos um pouco e notava que um dos amigos do Giba, o Marcelo, me comia com os olhos. O Giba notou que ele me olhava e com uns minutos chamou o Marcelo pra ir com ele ao banheiro, mas na verdade deve ter falado pra ele das nossas transas e com certeza estava planejando mais uma foda coletiva.
Quando eles voltaram, o Giba me dá um beijo e disse:
- Meus amigos estão numa casa de praia ali perto e perguntou o que eu achava da gente passar o fim da tarde lá bebendo e curtindo um pouco mais.

236 - Casada Quando Quer Dar, Ninguém Segura

Adoro sexo. Sou casada, mas quando acontecia do tesão ficar transbordando demais me permitia transar com outro, sem me esforçar muito para evitar. Não era sempre, mas não resistia quando o tesão era praticamente incontrolável.
Algumas vezes transava com outro e com meu marido no mesmo dia, e nessas vezes me deliciava com um no motel e depois com marido em casa na base do papai-mamãe, gozando gostoso com um e depois com o outro.
Uma putinha casada, e gostava de ser. Esse meu segredo.

235 - Orgia Com um Casal Amigo

Olá, meu nome é Ivan, sou um cara de porte normal, casado a 11 anos com Pri, que é uma gata de menina. Quando conheci Pri, ela tinha 18 aninhos morena clara, 1.52 m, 48 k, olhos pretos, cabelos cacheados, (uma verdadeira gatinha), era filha única, mimada (tipo burguesinha), e que para a minha felicidade me escolheu para ser o seu primeiro homem (esse dia é outra história). Depois de namorando, por motivos de força maior (O SOGRO), em menos de um ano já estávamos morando juntos.
Tudo era lindo e maravilhoso, nos amávamos de verdade como até hoje, tínhamos muita sede de sexo e fazíamos de todas as maneiras. Como todo relacionamento no começo a gente não vê a hora de chegar em casa e encontrar nossa outra metade para poder matar a saudade. Temos muita tara por fotografias e Pri é uma excelente modelo. Adora ser fotografada de todas as maneiras.

234 - Ménage Com a Aluna

Costumava ministrar cursos intensivos, de uma ou duas semanas, e até mesmo em fins de semana, em uma conceituada escola de formação profissional, voltados para aperfeiçoamento profissional na área de administração. Gostava do que fazia, e conquistei ótimas amizades com pessoal de grandes empresas.
Em um desses cursos noturnos rápidos, fiz amizade com uma garota muito bonita, séria, inteligente e agradável. Era jovem, menos de 30 anos, morena clara, uns 60 kg e uns 1,65 m de altura e corpo bem cuidado. Embora me atraísse muito, mantinha uma distância respeitosa porque era casada. Como ela pegava o ônibus, íamos juntos no metrô porque era meu caminho para onde eu morava. As vezes eu descia com ela na rodoviária para fazer companhia até pegar o ônibus. Gostava da companhia dela.

233 - Pau Amigo. E Que Pau...

Sempre fui do estilo mais caseira, a Netflix ultimamente tem sido minha melhor amiga, e sempre que saía era pra lugares mais tranquilos; churrasco com os amigos, ou barzinho com música ao vivo.
Já havia um tempo em que eu estava em casa, descansando devido a semana corrida no trabalho, e precisava sair, me distrair um pouco. Conversei com alguns amigos do trabalho e eles me disseram que iam pegar um happy hour na sexta depois do expediente, e me convidaram. Confirmei presença.
Naquele dia o tempo passou depressa, paramos às 18h e fomos para o barzinho. Era a nossa zona de conforto, mesmo eu não tendo saído muito, aquele era sempre nosso barzinho preferido. O tempo foi passando, pedimos as bebidas, porções, jogando conversa fora e rindo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...