147 - Me Devoraram

Carlos estava trabalhando e eu em recesso de final de ano ainda teria alguns dias de folga. Combinamos que eu iria para praia e ele me encontraria no final de semana. Minha intenção era somente descansar e fazer reforço no bronzeado que meu gato tanto adora. Cheguei à pousada na quarta-feira e antes de arrumar minhas coisas vesti meu biquininho fui caminhar, ver se encontrava alguém conhecido, como não encontrei, pedi cadeira e guarda-sol na praia e com um bom livro nas mãos fui tomar sol. Estendi minha canga, passei protetor, deitei-me de bruços e fiquei concentrada na leitura. De repente ouço uma voz conhecida, era o Beto, nosso amigo que ajudou em nosso primeiro banho a três. Chegou falando:
"Sil você por aqui? E o Carlos? Há quanto tempo não nos vemos!"

146 - O Início de Tudo

Olá, tomei coragem de escrever este relato verídico, os nomes serão trocados por segurança. Meu nome é Beto tenho 36 anos e minha esposa Vivian, 33 anos, 1,52, 52 quilos, bumbum grande, seios pequenos, ambos moreno claros, somos casados a 15 anos. De um tempo pra cá, assistindo a filmes e lendo contos, tive a curiosidade de mudar um pouco nossa relação, saindo da rotina. Conversei com ela durante um filme, como seria bom ter outra ou outras pessoas transando juntos, ela na hora negou, disse que isso só seria possível em meus sonhos.
Isso foi por várias vezes, até que um dia transamos e disse bem baixinho em seu ouvido que tinha um outro cara metendo nela, neste momento ela gozou rapidamente, naquele momento não toquei mais no assunto. Em nossas outras relações contava sempre uma historinha de modo diferente, dizia a ela que iria comer uma mulher na frente dela, que iria fazer a mulher gozar e iria gozar nos seios dela, falando isso percebia que ela gozava mais intensamente.

145 - Iniciados na Fantasia Cuckold

Bem, no dia seguinte, acordados em nossa cama, Caio e eu pudemos conversar mais relaxados sem toda aquela euforia da noite anterior:
(Caio)
” Amor… Noite perfeita! Uma pena eu não ter visto nada... Mas não posso reclamar... Eu gostei!”
(Eu)
” Que bom amor... Eu também adorei... Nossa, ainda bem que você me seguiu, senão ia desistir!”
(Caio)
” E aí vamos repetir? Mas desta vez queria assistir tudo de perto!”
(Eu)
” Já que você gosta de ver, por mim tudo bem... Só espero que não se assuste!”.
 Respondi em tom de brincadeira, mas com alguma franqueza, pois precisava tratar de um assunto delicado que poderia me inibir (risos).
(Caio)
” Como assim? Assustar por que?”

144 - Casada Dando no Cinema

Consegui ser fiel durante 15 anos. Casei nova e meu marido é 17 anos mais velho que eu. A diferença de idade até que não foi problema. Mais do que suas viagens frequentes a trabalho, o que me causava insatisfação eram as suas rapidinhas, que hoje sei, ele sofre de ejaculação precoce e não quer admitir.
Desde a adolescência, sempre fui hiperativa sexualmente, com muitas fantasias eróticas e masturbações. Brinquei bastante com os namoradinhos, pegando em seus piruzinhos, deixando eles copularem na coxa, chuparem meus seios, fiz boquetes e alguns até conseguiram me penetrar um pouco no cuzinho.
Quem me desvirginou de verdade foi Giba, meu marido. Eu conseguia alguns raros orgasmos e durante muito tempo, convivi achando que sexo real era assim mesmo. Só quando fantasiava e ajudada por consolos, conseguia orgasmos mais intensos. Com passar do tempo, tive problemas para engravidar, o que por outro lado me libera desse risco. Mais madura e decidida, a vontade de se aventurar só aumentou. Por outro lado, como mulher ¨direita¨ e casada, vivia reprimindo meus anseios e ideias mais ousadas.

143 - Prima Casada da Minha Esposa

Chego do trabalho e sentada no sofá da minha sala está Lia, prima da minha esposa. Comprimento já meio que desconfiado, pois ela nunca nos visitava, alguma coisa deveria estar acontecendo.
- Olá sumida, como está?
Disse eu com o desconfiometro ligado.
- Não muito bem.
- Por que?
- Eu e o Roberto estamos nos separando.
Disse ela com uma cara assim meio que satisfeita.
- Mas ele já sabe disso?
Perguntei tentando quebrar o gelo, mas ainda desconfiado.
- Já.
Respondeu ela como se nada tivesse acontecendo.
- E onde ele está morando agora?
- Ele e as crianças continuam na nossa casa por enquanto.
- E você?
Perguntei já que sabendo da resposta.
- Vou ficar aqui por uns dias até acabar o processo de separação em que a Carla vai ser minha advogada.

142 - Melhor Amiga da Minha Esposa

Sou casado há 6 anos e tenho uma esposa linda e apaixonada por mim. Mas devido à uns problemas que ela teve de saúde, acabou se descuidando da forma física nos últimos 2 anos. Continua linda e muito amada, mas confesso que ela não é mais o tesão de garota que se casou comigo há tempos atrás. Mas tudo bem, o sexo entre nós é ótimo e eu compreendo perfeitamente a situação. E me mantive fiel desde então, mesmo começando a sentir um tesão meio descontrolado por outras mulheres.
Mas eis que ela marca com 3 de suas amigas um churrasco no apartamento da praia dos pais dela. E eu, claro, escalado pra fazer o churrasco, enquanto elas se divertiam num fim de semana "só para mulheres". Eu nem ligo, pois além de fazer algo que adoro (churrasco), iria dar aquela olhada nas bundas alheias (discretamente) e curtir a natureza e o sol. Sem safadeza nem nada, só pra apreciar mesmo. Afinal, amigas bonitas é o que ela mais tem.

141 - Casa de Swing

Olá! Meu nome é SU, tenho 25 anos e sou casada. Vou escrever aqui as minhas fantasias e aventuras.
Sempre fui muito safadinha, até brinco com o meu marido que devo ter sido homem na outra encarnação, pois gosto muito de sexo e tenho pensamentos tipicamente masculinos, super obscenos. Comecei a namorar com o meu marido muito cedo e não tive muita diversidade sexual. Temos uma intimidade sexual muito boa. Entre quatro paredes fazemos de tudo e o sexo é espetacular, mas sempre tive vontade de ter novas experiências e uma das fantasias mais fortes é ver outros casais fazendo sexo e fazer com ele no mesmo ambiente.
Hoje vou contar sobre essa. Já havia lido sobre casas de swing e fazia uns quatro anos que ficava com isso na cabeça e não tinha coragem de propor. Meu marido é delicioso, faz muita sacanagem, mas não admite a ideia de envolver outro homem na conversa. Mas tudo bem, o que me dá tesão é o ambiente de sacanagem, acho mais fácil eu querer me envolver com uma garota do que com outro homem... Isso eu tenho curiosidade.

140 - Esposa Cedeu ao tesão

Bem, o que relato agora foi um fato verídico que aconteceu comigo em meados de março, que acabou resultando em minha separação. Entretanto, confesso que fico muito excitado só de me lembrar. Chamo-me Caio, tenho 30 anos, 1,67m, 60 kg, sou pardo e me considero bem fisicamente. Sempre tive relativa facilidade com mulheres, desde minha juventude.
Casei-me com uma mulher maravilhosa, Mari, morena mignon, 38 anos, 1,55m, 58 kg, seios e bumbum grandes. Tem cabelos escuros e de comprimento médio. Malha muito, todos os dias, desde que nos conhecemos. Desde que a convenci a realizar fantasias, sempre fomos muito francos um com o outro, sem nunca precisar esconder ou omitir nada. Sempre que eu transava com outras garotas ela sabia, e ela sempre teve liberdade para transar com outros, onde na maioria das vezes eu participei ou estava presente.

139 - Você Criou um Monstro

Durante o sexo, você resolveu dizer a ela que gostaria de vê-la fazendo sexo com outros homens. Ela foi totalmente contrária à ideia e achou que você estivesse maluco ou que não a amasse mais. 
Passado o tempo, após muita conversa, calma e persistência da sua parte, um dia, durante o sexo, ela sussurrou ao pé do seu ouvido:
"Eu faço.".
Ela concordou em fazer, mas seria uma única vez e nunca mais. Você, sem conseguir conter sua felicidade, concordou.
Juntos, vocês começaram uma busca em chats e sites especializados, procurando o homem sortudo que teria lugar entre as pernas dela.
Depois de muita procura, vários possíveis candidatos analisados e descartados, ela já sem paciência e querendo desistir, vocês encontram um cara que parece agradar ambos.

138 - Gostoso Exibicionismo

Era uma quarta-feira, havia poucas pessoas circulando pelo shopping, exatamente do jeito que Carol gostava, pois odiava tumulto. Parada em frente a uma vitrine olhava um vestido, estava à procura de um para o casamento de sua irmã. Eis que de repente sua atenção foi voltada para um ruído vindo a sua direita e assim avistou um segurança olhando-a como se a despisse por completo.
– Amor… Vou entrar na livraria para ver se encontro algum conteúdo bom sobre leis trabalhistas – disse Luiz ao aproximar-se de sua esposa.
– Tudo bem, você não tem paciência nem mesmo para esperar eu escolher uma calcinha – disse Carol sorrindo e dando um selinho em seu marido, depois rapidamente correu seu olhar naquele homem que a olhava, “Mas que Safado!”, pensou ao notar que ele apertava seu cacete enquanto a olhava.
– Não… não é isto – dizia Luiz sorrindo olhando-a nos olhos – é que eu adoro surpresas…

137 - Meu Marido Me Arrumou um Amante

Eu (Milena) e Rafael, mesmo depois de 2 anos de casados nos dávamos muito bem na cama. Rafael é desses homens que gostam de inventar situações embaraçosas só pra apimentar nossa relação. Começou quando ainda éramos noivos... Passeando por uma praça em nossa cidade ele me fez tirar a calcinha e sentar num banco pra ficar batendo fotos com sua câmera digital... Fiquei excitadíssima só de imaginar alguém me pegando de pernas abertas pro meu noivo fotografar minha buceta.
Hoje, temos em nosso computador várias fotos gravadas em que eu mostro: bunda; buceta e peitos em lugares públicos... Já chegamos a sermos flagrados por idosos em praças públicas. Atualmente, eu com 25 anos e ele com 28, ainda gostamos de aprontar coisas diferentes para nos deixar bem excitados... Uma delas é de Rafael me levar pro terraço do prédio onde moramos e ficar me comendo atrás da pilastra da caixa d`água.

136 - Nosso Paraíso

O mar calmo, o céu de um azul profundo em contraste com a areia fina e branquíssima foi o nosso primeiro contato com o paraíso. O choque visual tinha sido tão forte que ficamos por longos minutos estáticos, sob os coqueiros, admirando a vasta extensão de praia que se estendia, deserta e maravilhosa, até se perder no horizonte.
Trancoso é uma praia linda e poética, sob qualquer condição; mas da forma em que nos preparamos para encontrá-la, divina é o termo mais apropriado que podíamos utilizar. Tudo havia sido programado para termos uma semana inesquecível. As crianças, bem acompanhadas, estavam a 1.100 Km de distância. E nós, dois casais de interesse muito próximos, estávamos prontos para viver uma grande experiência.

135 - Tamanho Não é Documento

Sou uma nissei das bem pequenininha. Essa condição, porém, não impede que todos me considerem bonita, tanto de rosto quando de corpo. 
Tenho apenas 1,50m, embora o corpinho seja harmoniosamente bem distribuído. Meus seios são lindos, com mamilos salientes, minhas mãos são bem tratadas e com dedos longos. Tenho os pés pequenininhos e uma linda bundinha, saliente e redonda, além de uma boceta pequena e rosada, coroada por um clitóris igualmente rosado que, quando acariciado, me leva às nuvens. 
Tenho muito cuidado com o tufo de pêlos pubianos, que mantenho sempre aparados e amaciados com um creme condicionador. Meus cabelos, como de toda oriental, são espessos, negros e eu os deixo sempre longos. Tenho 23 anos, sou casada com um homem também nissei e, nas minhas relações sexuais, confesso que chego muito facilmente e seguidas vezes ao orgasmo. Entre minhas amigas mais chegadas, tenho uma também nissei que, ao contrário de mim, é uma enormidade.

134 - Primeira Troca de Casais

Foi através do fórum de contos eróticos que consegui convencer minha mulher a ser uma swinger. 
Nós liamos as narrativas do site e depois eu comentava o meu interesse em praticar com ela todas as experiências ali reveladas. 
Mas minha mulher tinha receios e achava tudo isso muito perigoso, além de lhe faltar coragem: provavelmente em virtude de seus rígidos princípios morais e religiosos. Principalmente os morais, pois em nossa cidade a boca maldita não perdoa as pessoas mais liberadas. 
Após mais ou menos um ano de insistência, ela me disse que sentia desejos de ser penetrada por outro homem. Neste dia nós estávamos na cama e eu, naquele exato momento, a estava penetrando com um vibrador. Falei então que ia ser muito sensual vê-la transando com outro homem, se possível um bem-dotado. Enfim ela topou levar a ideia adiante.

133 - O Amigo Devorou Minha Esposa

Não esperava que ele demonstrasse ser um grande comedor. Sempre tive vontade de ver ela com outro, uma pessoa amiga e que a tratasse carinhosamente, porém a comesse muito bem comida, que lhe desse muito prazer sexual.
Ele surpreendeu. Estes acontecimentos se sucederam a três anos atrás, este amigo casou-se e então minha esposa resolveu que seriamos apenas amigos, agora procuro alguém que queira ser meu companheiro e amigo e com discrição queira aproximar-se de minha esposa para ser amante fixo, pois ela jamais aceitaria ser de um hoje e outro amanhã.
Morena clara, magra, cabelos negros medianamente longos, se depila completamente, tem uma bunda avantajada que chama a atenção dos homens, como dizem, um belo traseiro, pernas bem torneadas, sem falsa modéstia um belo corpo. Falam que tem um bonito rosto. Mas vamos ao caso.

132 - A Mulher do Meu Colega de Trabalho

Quando eu trabalhava no Rio, estava preparando uma turma de auditoria, fiz amizade com dois funcionários do banco que participavam das aulas. Um deles era o Ricardo, um rapaz de uns 40 e poucos anos, simpático e reservado e o outro era o Fernando, um pouco mais extrovertido, ambos muito inteligentes... Logo ficamos amigos, de sair para beber e ir no futebol.... O Fernando era separado e saia mais comigo e outros coordenadores, principalmente para tomar cerveja após o expediente. O Ricardo era casado e saia pouco com a gente, mas eu estava sempre conversando com ele, porque entendia muito de informática e estava me ajudando muito... às vezes eu ia na sua casa e foi assim que fiquei conhecendo a sua mulher, Anna Ellisa.

131 - Iniciando eu e Minha Esposa no Ménage Masculino

Temos 32 e 34 anos. Somos casados a mais de 10 anos e apesar de já ter dois filhos GABY continua cada vez mais gostosa. Ela e branca, cabelos ruivos, faz academia todo dia, o tipo mulherão coxas grossas, peitos grandes, e uma bunda que só vendo pra acreditar. Até dois anos atrás tinha a bucetinha bem apertadinha. Eu e ela namorávamos desde que ela tinha 14 anos, e eu 16, fui o primeiro homem da vida dela, e devido a ela engravidar logo no início de nosso namoro, resolvemos nos casar.
Ela não tinha experiência nenhuma com sexo, mas desde cedo notei que apesar de eu ser um pouco mais experiente, ela era um vulcão na hora do sexo. Mas era só na hora mesmo, pois ela sempre foi muito recatada, não gostava muito de falar sobre sexo, e sim fazer. Às vezes quando éramos mais novos, eu chegava do trabalho cansado, e a noite depois do banho eu queria descansar e ela não permitia, ficava até brava se não fizéssemos sexo, quase uma ninfomaníaca, hoje ela me conta, que desde os 11 anos de idade já tinha interesse por sexo, e que as vezes se masturbava 2 ou 3 vezes ao dia quando criança! Eu quando era mais novo era muito ciumento, brigávamos demais, eu não permitia nem que ela usasse roupas coladas, que ela usava quando solteira, calcinhas somente as comportadas, e camisetas compridas, para esconder a bunda e que bunda!

130 - Bem Casada, Mas Vadia

O fato que vou narrar aconteceu em 1998 e contarei com todos os detalhes possíveis, pois foi inesquecível.
Sou casada, aliás bem casada. Um filho e na época eu tinha 34 anos e meu marido tinha 35 anos. Tudo começou quando meu marido conseguiu me convencer a colocarmos um anuncio numa revista masculina onde buscávamos casais ou homens bem dotados para transa num mesmo ambiente, sem troca ou envolvimento.
Meu marido sempre sentiu-se excitado na possibilidade de transarmos num mesmo ambiente com um casal ou um homem bem dotado assistindo. Nunca conheci outra relação a não ser com meu marido e jamais tive contato com outro homem e também nunca liguei pra tamanhos ou dimensões de pênis.

129 - A Ocasião Cria a Situação

Meu nome é Stela. Tenho 39 anos, casada a 7 anos. Não tenho filhos ainda. Pois eu e meu marido estamos adiando e procurando curtir mais a vida juntos.
Trabalho como recepcionista em uma concessionária de veículos. Sou uma mulher bonita, ganho muitas cantadas no dia-a-dia. Mas nunca dou atenção a este tipo de homem. Meu marido também trabalha em concessionária, porem em uma concorrente da empresa que trabalho. Ele é vendedor de veículos e tem 41 anos.
Um primo do meu marido, mais velho, precisou resolver uns problemas pessoais em nossa cidade e meu marido, ofereceu para ele ficar na nossa casa. No início não gostei, mas não falei nada com meu marido. Afinal de contas, eu mesmo já havia hospedado parentes por alguns dias em nossa casa.

128 - A Stripper Que Ele Chamou, Era a Esposa de Seu Amigo

Humberto estava eufórico. Depois de um longo namoro, seu amigão Batista ia se casar. Como melhor amigo, entendeu que cabia a ele organizar uma despedida de solteiro homérica. Começou a fazer uma lista dos amigos que pensava chamar. Mas, é claro, submeteu a lista à aprovação do Batista. Imagina se ali estivesse algum nome que ele não queria ver por perto!
Quando chegou ao apartamento dele para mostrar a lista, teve uma surpresa maior ainda:
– Humberto, eu quero muito essa despedida de solteiro. Acho que mereço, depois de ter enrolado minha noiva por tanto tempo. Mas vou te confessar uma coisa: nesta sua lista só tem amigos nossos, mas alguns dariam tudo para estar com minha noiva, morrem de ciúmes de mim, apesar de amigos, morrem de ciúmes por ela ter me escolhido e não a eles.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...