202 - Ela Queria um Pau Grande

Eu já namorava Celinha a pouco mais de dois anos quando as coisas começaram a esfriar. Apesar dela ser uma coisa de louco (18 anos, 1,60m, 45kg, loirinha de cabelos lisos com cachinhos nas pontas, olhos grandes e castanhos, um rostinho que ia de anjinho a diabinha, peitinhos de médios para grandes, uma bundinha super arrebitada, enfim, uma princesa, um encanto) eu já não tinha mais tanto tesão quanto no começo do namoro.
Acho que o mesmo valia pra ela. Não entendia como perdera o tesão por uma garota tão linda. Como ainda nos gostávamos, tentei conversar, afim de melhorar a situação e a convenci de que tínhamos que apimentar um pouco mais nosso namoro.
Começamos a fazer algumas brincadeirinhas excitantes, como trepar à força, em locais perigosos, com alguém por perto. Nossas trepadas melhoram mesmo e nossa intimidade também.

201 - Marido Liberal

Somos casados há bastante tempo, entre namoro, noivado e casamento passamos aproximadamente 25 anos juntos. Casamos jovens e por isso mesmo ela sempre comentou em tom de brincadeira que era:
- Virgem de um pau só.
Antes de mim já tinha transado com outros, mas segundo ela transas rápidas... e juvenis sem poder curtir, o momento. Ela uma mulher muito interessante com um pouco mais de 40 anos, branca 1,58m, 60 kg, seios médios e que são grandes já que ela não vem a ser tão alta. Há algum tempo nasceu o desejo de vê-la transando com outro, pois sinto muito prazer vendo ela se deliciando durante nossas transas. Ela fica linda nestes momentos, pois nada mais lindo do que uma mulher que demonstra gostar da coisa e que sabe como fazer!
Conversamos muito sobre todos assuntos e sobre sexo também. Esta fantasia do sexo a três, também é um tema recorrente em nossas conversas e chegamos a conclusão que para nós o mais provável seria um outro homem ou casal onde acontecesse uma troca, porque o SWING entre casais, pelo que percebemos normalmente envolve alguma atividade entre mulheres, o que não atrai ela nem um pouco.

200 - Traindo Meu Marido Na Festa

Chamo-me Lívia. Sou uma mulher muito cobiçada pelos homens, loira, alta 1,80m, cabelos compridos, corpo muito bem definido, malhado, cintura fina e um bumbum avantajado. Tenho 28 anos sou casada há 5 anos e nunca pensei em trair meu marido, pois é ele muito bom para mim. Ele é bom marido em todos os sentidos. Porém, num final de semana, meu chefe marcou uma festa de nossa empresa em seu sítio em Mairiporã e convidaram todos os funcionários, cerca de 85 pessoas no total. Convidou apenas os funcionários, não podíamos levar parentes nem amigos nem conhecidos. 
Sendo assim, a contragosto, eu fui sozinha, deixando meu marido, lindo e gostosão em casa. Expliquei para ele que iria com minhas amigas de trabalho e que não haveria problema nenhum. Seriam dois dias inteiros no sítio do meu patrão. Fui na sexta à noite, nem deu tempo pra dar uma metida gostosa com meu marido e agora atual corninho. Se ele soubesse o que eu fiz... Nem quero pensar, pois o amo muito e minha vida seria sem sentido sem ele. Muito bem vamos aos fatos.

199 - Praia de Nudismo

Estávamos nos preparativos para o Carnaval, mil coisas para fazer, compras de alimentos, bebidas, algumas roupas de cama e toalhas para reposição, contratação de mão de obra temporária (em casos específicos, como feriados longos, contratamos alguns garçons, cozinheiras, etc.), enfim, a trabalheira normal para quem tem uma pousada.
Estava em Salvador (Moramos próximo à Salvador, no Litoral Norte, cerca de 40 km), um dia lindo, com um Sol maravilhoso, temperatura agradável, a Cidade lotada de turistas, gringos e brasileiros de todo o Brasil, muita gente bonita, a Cidade linda, com seus preparativos para a grande festa, quando recebo um telefonema que me deixou muito contente, era o Inácio, piloto de uma grande empresa aérea, amigo de faculdade, ainda jovens, voamos juntos em Jacarepaguá de ultraleve, muita farra, inclusive muita sacanagem com as amigas, incluindo trocas de namoradas, uma fase muito boa que tivemos.
Havia um bom tempo que não o via, acredito que uns 15 anos, ele ficou pelo Rio de Janeiro, vim para a Bahia, e, em função de nossas atividades profissionais serem bastantes diferentes, acabamos nos distanciando, mas sempre ficou o carinho, a amizade e o respeito guardado em nossos corações.

198 - Marido Submisso

Pode parecer estranho, mas meu marido sempre disse que adoraria ser corno. No começo parecia uma armadilha, algo que ele falava para saber se eu tinha outras vontades fora do nosso relacionamento, se eu seria realmente capaz de traí-lo ou até mesmo como uma autorização para que ele mesmo pudesse fazer suas escapadas. Mas era mais que isso: ele gostava de ser submisso e humilhado.
Quando transávamos, ele gostava de saber histórias dos meus ex-namorados, ex-casos, e cada detalhe fazia com que ele ficasse cada vez mais excitado. O Jorge não tinha um pau muito grande, mas toda vez que ouvia uma história sobre alguém que tinha me comido e era mais bem dotado que ele, ele enlouquecia.

197 - A Dupla Penetração

Há duas verdades inegáveis na vida: o mundo é machista e os homens não gostam de dividir. Você confirma isso quando resolve propor para seu namorado um ménage com outro cara e não com uma mulher. Eu sou uma mulher bem confortável com minha sexualidade, já fiz de tudo um pouco e o Roberto, meu namorado, sempre foi aberto às minhas vontades sexuais. Até eu propor colocar mais um pau na história. A desculpa dele foi dizer que aquilo não daria certo, que ele não sentia tesão por outro cara.
O que eles não conseguem entender é que algumas mulheres sugerem um outro homem não porque querem ver o namorado se pegando com outro cara (não que isso não seja possível) mas porque querem dois homens satisfazendo todas as suas vontades. Demorou alguns dias para convencer o Rô, mas usei muitas táticas e chantagens emocionais (incluindo greve de sexo) até que ele topou.

196 - Meu Primo Me Transformou Numa Puta

Até hoje me pergunto como me deixar levar pela lábia do meu primo Valério.  Logo eu, uma mulher formada, madura, casada, mãe de dois adolescentes. Sempre achei que meu primo fosse mulherengo e safado. Mesmo bem casado há longo tempo ele vivia me assediando com olhares e palavras de duplo sentido e chegou a ter um ligeiro relacionamento como minha irmã solteira.
Após 14 anos de casamento, sabia que a rotina levava a um esfriamento na vida sexual do casal e me contentava com uma transa semanal com meu marido, ainda mais porque por ser executiva passava praticamente a semana inteira viajando e também achava que meu marido não iria me trair, até que ele contraiu um herpes genital com uma puta qualquer e me passou. Fiquei fula, não somente pela doença, mas por saber que ele me traia, coisa que nunca fiz e que nunca pensei que faria.

195 - Acabei Com o Novinho

- Quem fala?
Eu perguntei deixando meu telefone no autofalante, enquanto passava o creme hidratante na minha pele. Eu precisava tomar um pouco mais de sol, talvez viajar para o Caribe, descansar e renovar o caramelo da minha cor.
- Faz tanto tempo assim que você até já me esqueceu? Achei que a noite tinha sido boa. Ainda estou com os R$ 300 que você me deu.
Ouvi do outro lado da linha. Ri alto para que ele pudesse perceber que eu reconheci a voz. Era o Paulo, o garotinho que estava procurando uma noite com uma coroa experiente. Acontece sempre: Esses jovenzinhos acham que tem algo para ensinar, que vão nos cansar com sua “energia jovial” e acabam sendo aqueles que aprendem. Eu não desperdicei meus 46 anos apenas criando minha rede de escolas de inglês. Eu também fiz muita putaria.

194 - Flagrei Meu Amigo Com Minha Mulher

Meu nome é Rogério, sou um homem casado e me considero um voyeur de carteirinha. Mas sempre achei que meu fetiche resumia-se apenas em apreciar casais aos amassos ou espiar entre as pernas das mulheres em busca de suas peças íntimas. Mas descobri algo que não fazia ideia de o quanto iria me excitar e foi durante um churrasco na casa de um grande amigo que fui me apresentado a este mais novo Fetiche. 
Gabriela e seu esposo Fernando são um casal de amigos muito íntimo. Sempre procuramos fazer algum programa juntos, desde pizza na casa de alguém, até shows, barzinhos etc... Recentemente Fernando organizou um churrasco em sua casa, era o primeiro jogo da Copa, Brasil x Croácia, algo somente para alguns amigos e familiares.

193 - Realizando a Fantasia da Esposa

Meu nome é Jonas e minha esposa chama Bia. Somos um casal jovem, temos 25 e 23 anos. Nós nos casamos a 2, porém namoramos 6 anos antes de casar. A Bia tem 1,67 de altura, pele clara porém bronzeada (com marcas de biquíni minúsculas), cabelos castanhos claros que chegam até o meio das costas, corpo bem definido de academia, bumbum médio e bem durinho e a 3 anos implantou 300 ml de silicone, o que deixou os seios dela ainda mais perfeitos, muito empinados! Eles ainda tem um biquinho bem saliente quando excitada! A meu pedido, ela depila tudo, bucetinha e cuzinho sem nada de pelo!
Meu tipo físico é normal, 1.82, 92 kg faço musculação mas não sou marombado ou nada do tipo, gosto de cuidar do corpo e da saúde. Normal.

192 - Uma Noite Para Não Esquecer

Um dia, por curiosidade, minha esposa e eu decidimos visitar um clube swing.
Neste dia, nada fizemos se não assistir à tudo que ocorria a nossa volta, apenas como curiosos analistas. Um homem de terno nos deu um cartão e disse que nos enquadrávamos no perfil para o clube dele.
Era um homem muito elegante e, por isso, levamos em consideração o cartão. Ao longo da semana, a curiosidade tomou conta de nós dois e resolvemos ligar.
Do outo lado da linha, um mordomo atendeu nos dando um endereço, traje e uma senha, desligando em seguida.

191 - Noite Alucinante

Sou casado com uma mulher sensacional: Bela, feliz, de bem com a vida e muito, muito gostosa. Temos uma ligação espiritual muito forte e algo de pele que nos liga. Tenho muito excitação por ela e sinto que ela por mim. Essa ligação, este excitação dura mais de 13 anos e fica cada vez mais forte.
Recentemente temos alimentado algumas aventuras: Fomos a uma casa de swing - transamos apenas entre nós dois e nos divertimos muito vendo outros casais e suas loucuras, ficamos imaginando outras pessoas em nossa cama - ela com outro eu com outra, ela com outra...
Vou contar-lhes o que ocorreu dia destes.

190 - A Mulata Ganhou a Aposta

Meu nome é Homem Nobre, minha esposa adora pôr historias aqui. Mas agora é minha vez.
A um tempo atrás comecei a trabalhar em uma empresa onde eu era o único homem! Isso era estranho, mas MUITO legal.
Colocaram uma jovem chamada Josy para trabalhar comigo. Uma mulata linda, cabelos lisos, olhos castanhos escuros e com um corpo maravilhoso. Não consigo distinguir se os seus peitos grandes eram os mais lindos, sua bunda grande ou a carinha de santa, mas safada!
Começamos a trabalhar e eu sempre brincalhão com as meninas, mas com ela sempre fui extremamente sério e profissional! Com as meninas falamos besteiras, putarias e coisas de como homem é ogro e ruim de cama e eu sempre defendi as mulheres OBVIO!!! Mas sempre que ela entrava no papo eu fugia de mansinho. Isso por alguns meses.

189 - Ménage Com a Melhor Amiga da Minha Esposa

Somos um casal jovem, eu Pablo com 36 anos e minha esposa Micheli com 32, com uma vida sexual muito saudável, adoramos sexo. Este será um de vários momentos de prazer que já tivemos e queremos dividir com vocês, esperamos realmente que traga desejos a você, ao ler, da mesma forma que nos deu em realizar e relatar com você.
Temos o habito de convidar nossos amigos pra jantar conosco, recebemos às vezes até mais de um casal, colocamos o papo em dia, rimos muito, mas nunca houve nada tendencioso em nossos encontros, até esta noite que iremos relatar, sim iremos, no plural, pois estamos escrevendo a vocês em duas mãos, ou quatro mãos, eu Pablo e minha deliciosa e insinuante esposa, Micheli.

188 - Meu Patrão Roubou Meu Ménage

Sempre sonhei em ter uma esposa bonita, gostosa e liberal. Quando conheci minha esposa Dani, ela era uma menina ainda, e como ela teve uma formação muito rígida, para mim foi um desafio transformar aquela loirinha tímida de narizinho arrebitado, numa mulher gostosa e louca por sexo. Aos poucos e com muita paciência fui incentivando Dani a cuidar e exibir seu belo corpinho.
Hoje tenho 30 anos e ela 24, passados sete anos do nosso casamento, posso dizer com orgulho, que alcancei meu objetivo, pois a garotinha tímida (apesar de ainda ter o mesmo rostinho de menina de sempre) se transformou em uma mulher gostosa e sensual dos meus sonhos. Dani adora vestir roupas provocantes. Seus seios são firmes e apontam atrevidamente para cima, suas coxas são grossas e roliças, e sua xoxotinha sem dúvida é seu ponto forte, pois é macia e volumosa, (daquelas que podem ser vistas até quando a mulher está de costas).

187 - Para Ver e Ser Visto

Foi difícil acreditar que ela estivesse propondo aquilo, perguntei duas vezes:
- Você está falando sério? Tá falando sério mesmo?
Namorávamos há pouco mais de 2 anos, namoro bacana, daqueles que achamos que irá durar muito ainda, nunca a havia traído e não tinha dúvidas do mesmo quanto a ela. Um belo dia quando estávamos na cama, apenas relaxando, vestidos, não tinha rolado nada e nem iria, não naquele momento, ela me pergunta o que eu achava de transar com mais um casal. Débora sorria, ria, talvez pela expressão que eu deva ter feito, de total incredulidade.
- Você quer fazer um swing?
Perguntei bastante surpreso. A bem da verdade eu não queria, sem chances de vê-la com outro, dando para outro. Não queria saber disso tanto que nunca cogitei. Mas ela me corrige, e com veemência:
- Não! Swing não! Tá achando que vou deixar você transar com outra e ainda por cima assistir?? Sem chance!
- Mas então....
- Dois casais, eu e você e um casal, cada um com seu par, sem troca, apenas no mesmo ambiente, todo mundo junto.
Ahn...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...