242 - Dicas de Traições de Uma Casada Muito Puta

Olá
Sou a Fernanda e o que vou relatar agora é sobre o meu comportamento diante das minhas aventuras.
Sou uma mulher viciada em sexo. Sou rica, linda e gostosa e muito puta!! Traio meu marido sem dó, com muitos. O cara só precisa ter um corpo bonito e um cacete grosso para me comer sem pena! Fui criada em uma família rígida baseada em muitos conceitos morais que não me permitia escolher o que seria certo ou errado para minha vida. Eu teria que seguir o destino que minha família determinava.
Quando me casei, tive filhos e amadureci, percebi que a vida era mais do que cuidar do marido, dos filhos e da casa… a vida também era meter muito fora de casa!! E é assim que eu faço todas as semanas… meto muito!! A minha sorte, pelo fato do meu marido ser um médico importante, ele viaja sempre, dando palestras, participando de grandes eventos da área da medicina, às vezes o acompanho, mas não é sempre… pra falar a verdade prefiro ficar aqui solta… mas bem acompanhada!!!

241 - Fui Surpreendida e Virei Uma Putinha Casada

Meu nome é Bruna, sou casada, tenho 33 anos, sou baixinha de 1,55, 50kg, cabelos castanhos, pele bem branquinha, olhos cor de mel, sorriso malicioso, corpinho no lugar, seios fartos e bundinha saltada.
Era manhã de primavera e estava fazendo um calor gostoso. Estava atendendo um cliente quando a secretária chegou e me entregou um buquê de rosas vermelhas com um pequeno cartão. Nele estava escrito:
“Hotel Embaixador, suíte 907 às 15hs”.
E nada mais... Fiquei excitada e curiosa ao mesmo tempo. Terminei de atender o cliente e corri ao telefone... Liguei para meu marido, como quem não quer nada, e ele nada comentou. Fiquei desconfiada, sem saber quem poderia ser. O restante da manhã demorou a passar. Até que enfim eram 14h30. Saí do escritório dando a desculpa que iria atender um cliente fora.

240 - Minha Esposa Soltinha na Balada Liberal

Eu sempre fui daqueles maridos que curte exibicionismo, falar sacanagem, pedir pra esposa contar besteira na hora da transa, falar pra mim do pau do ex, pra quantos deu antes de me conhecer, essas coisas que eu acho que quase todo mundo que tem essa fantasia faz.
Curtia biquíni pequeno, night sem sutiã e fotografar minha mulher peladinha e postar em sites de casais liberais e marido exibicionista.
Ela sempre soube. Curtia ver fotos e vídeos que os caras mandavam pra ela e as vezes demonstrava gostar, por outras vezes dizia estar apenas concordando pra me agradar. Até então o máximo de ousadia que eu havia conseguido dela foi um topless numas férias em Búzios. Uns surfistas disfarçando pra apreciar de longe a minha gata com os seios de fora foi uma imagem que povoou minha imaginação durante muito tempo e falar disso foi combustível pra apimentar muitas transas nossas.

239 - Depois de Me Exibir, Acabei com 2 Picas Dentro de Mim


Bem acredito que todos vocês já leram o início deste conto que relatei anteriormente, pois bem, meu marido então telefonou para os dois garotões e os convidou para irmos todos a um motel que fica perto de nossa casa e claro os dois toparam na hora.
Daí eu fui tomar um banho pois estava toda molhadinha e claro muito melada de esperma, também depois de bater três punhetinhas e fazer jorra vários jatos de esperma em cima de mim, seis ovos de uma vez não é fácil.
Coloquei uma outra sainha bem curtinha com uma calcinha fio dental vermelha e uma blusinha preta sem sutiã, me preparei mesmo para encontrar aqueles dois garotões tesudos, nossa eu só pensava naqueles dois cacetes e principalmente naqueles enorme, ao mesmo tempo ficava com medo de não dar conta deles todos, de doer muito, me sentia insegura imaginando o que eles iriam fazer comigo, etc.

238 - Vida Sexual de um Casal Feliz

Sexta feira, quase dez horas da noite e Amália está nua e curvada sobre o braço do grande sofá da sala.
Danilo está todinho dentro dela, meteu fundo por trás, na boceta que está totalmente esticada para acomodar o volumoso invasor.
Amália faz seu costumeiro escândalo, geme, grita e se contorce toda, enquanto se joga para trás querendo ser penetrada no mais fundo ainda. Danilo mantém ela firme, segurando na sua cintura com os dedos cravados enquanto bomba sem parar, tira quase tudo e depois mete fundo, entra rasgando, separando as paredes da boceta tão molhada, de escorrer...

237 - Todos Eles Me Comeram

Nessas férias, o Giba e eu decidimos visitar vários lugares. Aqui perto de Fortaleza tem uma praia chamada praia do Icaraí, e lá ficamos em uma pousada para passar uns dias. Durante o dia saímos para a praia e lá o Giba encontrou com uns amigos e ficamos sentados na mesma mesa que eles. Conversamos e bebemos um pouco e notava que um dos amigos do Giba, o Marcelo, me comia com os olhos. O Giba notou que ele me olhava e com uns minutos chamou o Marcelo pra ir com ele ao banheiro, mas na verdade deve ter falado pra ele das nossas transas e com certeza estava planejando mais uma foda coletiva.
Quando eles voltaram, o Giba me dá um beijo e disse:
- Meus amigos estão numa casa de praia ali perto e perguntou o que eu achava da gente passar o fim da tarde lá bebendo e curtindo um pouco mais.

236 - Casada Quando Quer Dar, Ninguém Segura

Adoro sexo. Sou casada, mas quando acontecia do tesão ficar transbordando demais me permitia transar com outro, sem me esforçar muito para evitar. Não era sempre, mas não resistia quando o tesão era praticamente incontrolável.
Algumas vezes transava com outro e com meu marido no mesmo dia, e nessas vezes me deliciava com um no motel e depois com marido em casa na base do papai-mamãe, gozando gostoso com um e depois com o outro.
Uma putinha casada, e gostava de ser. Esse meu segredo.

235 - Orgia Com um Casal Amigo

Olá, meu nome é Ivan, sou um cara de porte normal, casado a 11 anos com Pri, que é uma gata de menina. Quando conheci Pri, ela tinha 18 aninhos morena clara, 1.52 m, 48 k, olhos pretos, cabelos cacheados, (uma verdadeira gatinha), era filha única, mimada (tipo burguesinha), e que para a minha felicidade me escolheu para ser o seu primeiro homem (esse dia é outra história). Depois de namorando, por motivos de força maior (O SOGRO), em menos de um ano já estávamos morando juntos.
Tudo era lindo e maravilhoso, nos amávamos de verdade como até hoje, tínhamos muita sede de sexo e fazíamos de todas as maneiras. Como todo relacionamento no começo a gente não vê a hora de chegar em casa e encontrar nossa outra metade para poder matar a saudade. Temos muita tara por fotografias e Pri é uma excelente modelo. Adora ser fotografada de todas as maneiras.

234 - Ménage Com a Aluna

Costumava ministrar cursos intensivos, de uma ou duas semanas, e até mesmo em fins de semana, em uma conceituada escola de formação profissional, voltados para aperfeiçoamento profissional na área de administração. Gostava do que fazia, e conquistei ótimas amizades com pessoal de grandes empresas.
Em um desses cursos noturnos rápidos, fiz amizade com uma garota muito bonita, séria, inteligente e agradável. Era jovem, menos de 30 anos, morena clara, uns 60 kg e uns 1,65 m de altura e corpo bem cuidado. Embora me atraísse muito, mantinha uma distância respeitosa porque era casada. Como ela pegava o ônibus, íamos juntos no metrô porque era meu caminho para onde eu morava. As vezes eu descia com ela na rodoviária para fazer companhia até pegar o ônibus. Gostava da companhia dela.

233 - Pau Amigo. E Que Pau...

Sempre fui do estilo mais caseira, a Netflix ultimamente tem sido minha melhor amiga, e sempre que saía era pra lugares mais tranquilos; churrasco com os amigos, ou barzinho com música ao vivo.
Já havia um tempo em que eu estava em casa, descansando devido a semana corrida no trabalho, e precisava sair, me distrair um pouco. Conversei com alguns amigos do trabalho e eles me disseram que iam pegar um happy hour na sexta depois do expediente, e me convidaram. Confirmei presença.
Naquele dia o tempo passou depressa, paramos às 18h e fomos para o barzinho. Era a nossa zona de conforto, mesmo eu não tendo saído muito, aquele era sempre nosso barzinho preferido. O tempo foi passando, pedimos as bebidas, porções, jogando conversa fora e rindo.

232 - Me Comeu Gostoso

Eric já estava com seu pau explodindo de novo, latejando em todo aquele comprimento exagerado e grossura deliciosa. Eu chupava, chupava e chupava cada vez mais gostoso, amava engolir aquele cacete! Ele gemia a cada expiração, fazendo eu me arrepiar de tesão, ele ia passando a mão na minha xaninha toda lisinha, depiladinha e apenas com um pequeno triângulo de pelos sedosos e fininhos, muito bem aparados.
Eu estava com tanto tesão e querendo ser fodida de novo que chupava com mais gosto e o corpo tremendo porque agora ele brincava com meu grelinho me fazendo gemer com todo aquele pau na boca. 

231 - O Negro da Praia de Nudismo Comeu Minha Mulher

Em Janeiro de 2016 resolvemos conhecer a praia de nudismo em João Pessoa chamada Tambaba. Uma praia linda onde só entra casais ou mulheres sozinhas. Resolvemos ir num sábado, dormir lá mesmo em Tambaba e voltar no domingo. As instalações são simples mas muito agradáveis.
Minha mulher está com 41 anos, mas todos dão uns 30 pois ela tem uma excelente genética e malha quase todos os dias. Linda demais.
Chegamos na praia por volta das 10 horas da manhã. Para entrar na parte de nudismo é necessário tirar todas as roupas. Aquilo já me deu tesão, mas tive que me controlar, pois não se pode ficar de pau duro. Caminhamos do portal até a pousada e tinha vários casais e pude observar os caras olhando minha mulher nuazinha. Pegamos a chave do quarto, deixamos nossas coisas e fomos para as barraquinhas de praia que ficam em frente a pousada.

230 - O Roludo do Tinder

Eu tinha chegado em casa depois de um dia extremamente estressante de estudos. Tinha passado o dia na biblioteca lendo um monte de livros e não encontrei nada que prestasse. Respirei fundo, contei até 10 várias vezes e saí da faculdade louca para tomar uma cerveja. Depois daquele dia eu precisava de no mínimo seis latinhas para relaxar.
Passei no mercadinho do lado da minha casa e comprei as cervejas. Assim que cheguei em casa tomei um banho rápido, comi qualquer coisa e já me sentei no sofá com uma cerveja na mão e um cigarro no outro. Tinha ligado a TV e colocado em qualquer canal, o que eu realmente queria era relaxar mesmo.
Depois de dois tragos do cigarro resolvi ver o que o Tinder tinha para oferecer naquele dia. Eu tinha relutado bastante para baixar o aplicativo porque eu não imaginava que ia encontrar alguma pessoa interessante.

229 - Meus Bons Amigos

Conheço a Érika e o Mauro há uns 15 anos, desde a época em que ainda eram namorados. É normal a gente se acostumar com as pessoas com o passar do tempo e só quando paramos para lembrar é que percebemos como as coisas mudam.
São um casal comum, amigos, divertidos, sempre participam das festas, comemorações e viagens. O Mauro gosta muito de festas com os amigos, vive fazendo churrascos em casa, regados a muita cerveja.
Volta e meia ele enche a cara, mas como está em casa mesmo, isso nunca é problema.

Essa é uma história em quadrinho retirado do site SEIREN. Se gostar do gênero, continue... 

228 - Fui Me Exibir e Acabei Com 2 Picas Estranhas Gozando em Mim

Estou casada já há alguns anos, meu casamento é estável e muito bom. Curto muito meu marido e ele a mim, mas ultimamente meu marido tem buscado colocar um pouco mais de pimenta em nosso relacionamento. Um dos pontos mais picantes é quando vamos sair para os barzinhos a noite ou até mesmo durante o dia, ele me para eu colocar uma sainha bem curtinha junto com uma calcinha fio dental e eu aproveitando coloco uma blusinha transparente, decotada e sem sutiã, deixando à mostra meus peitinhos.
Assim vamos curtir a noite nos barzinhos de nossa cidade. Quando chegamos percebo logo que os homens ficam todos de olho em mim, meu marido adora que eu me sinta desejada, ele fala que é gostoso levanta o astral e que dessa forma vou ficar mais excitada e querer dar para ele cada vez mais gostoso, pois quando casei com ele ainda era virgem e nunca tive nenhum outro homem até hoje, só conheço meu marido claro.

227 - Para se Vingar de Mim Ela Deu Para Outro

Karla, minha mulher tem 32 anos, 1,67, seios grandes e bonitos, pernas bem feitas, cabelos e olhos negros e um rosto que possuiu um sorriso muito sexy. Eu Tenho 39, sou alto e possuo meu charme.
Por muito tempo estamos fantasiando e desejando novas aventuras em nossa vida, nunca partimos para concretiza-las, mas um dia aconteceu. Faz dois anos que mudamos de cidade e a dois meses recebi um amigo do meu antigo emprego aqui em nossa atual cidade.
Karla não gostou quando lhe comuniquei da visita que iriamos receber, ela nunca gostou muito do Sérgio, afinal sabia das farras que tínhamos aprontados juntos e temia que aqui elas se repetissem.
No dia marcados fomos ao aeroporto busca-lo, ele ficaria 5 cinco dias a negócio e teríamos um tempo para conversar e tomar umas cervejas. No começo tudo foi muito formal e o humor de Karla foi melhorando.

226 - Ela Não Acreditou Que a Pica Dele Era Gigante

Esta é a primeira vez que escrevo, sou Leandro 31 anos e casado há 10 anos com Barbara que tem 29 anos, temos 3 filhos. Vou relatar um fato ocorrido há uns anos. Nossa vida de casal era bem normal, trabalho numa empresa de consultoria financeira e minha esposa é psicóloga, cuida da casa e trabalha duas vezes por semana no período da tarde, temos um ótimo relacionamento.
Ela é bem bonita, tem 1,70 cm, pele branca, 62 kg, cabelos pretos compridos até o meio da costa, olhos cor de mel, seios médios e com mamilos grandes, pernas bem torneadas, uma bunda deliciosa, buceta depilada e grandes lábios bem vermelhos e o que mais chama atenção em Barbara é sua boca muito linda.
Na nossa empresa recebemos a visita de Rick, um Cabo Verdiano da ilha de São Nicolau. Ele é gerente de um banco em Cabo Verde, na qual nossa empresa dá consultoria. Ele ficaria uma semana aqui na empresa, na sua chegada nosso diretor pediu para que eu fizesse companhia a ele já que sou responsável pela consultoria do banco dele.

225 - O Topless Que Virou Orgia

Confesso aos leitores, que sempre tive o desejo de ver minha esposa de topless numa praia lotada, mas ela nunca aceitou fazer isso, até que um dia, fomos à praia da Barra no RJ e aquele mundão de areia, estava lotado de gente e acabamos parando na Praia da Reserva, uma praia linda, mas que por não ter transporte público, é bem mais vazia e vi ali a minha oportunidade de realizar meu desejo e tratei de comprar uma caipirinha para minha esposa, bem antes de tocar no assunto, pois ela quando bebe, fica muito mais liberal e, não demorou muito, a caipirinha fez efeito e ela mesmo tocou no assunto, me dizendo que ali ela teria sim, coragem de fazer topless, pois à praia estava vazia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...