011 - Troca de Esposa

Autor: Jonas
Não vou me alongar em detalhes sem importância. Todo casal após alguns anos de casado perde aquele fogo inicial e com nós dois não foi diferente. Das transas diárias no início passou-se para uma ou duas por semana se quando.
Eu sou o Jonas 38 anos, advogado, moreno claro e minha esposa se chama Léa, 32 anos, loira, 1,65mts, professora de educação física, corpo divino. Somos casados há 8 anos.
Sempre fomos bem cuca fresca em relação ao sexo. Falávamos sofre fantasias e fetiches sem vergonha ou preconceitos, mas só falávamos… Ela dizia que eu tinha uma mente muito à frente do meu tempo e que ela era mais convencional.
Porém, foi após uma noite de sexo, deitados na cama, de conchinha, que ela me disse:
- Se eu te contar uma coisa você guardaria um segredo?


Respondi:
- Claro.
Ela:
- Não tem a Rafaela? Ela e o Luís fazem swing e ménage.
Perguntei:
- Você está de brincadeira? Como você sabe disso?
Só um detalhe, Rafaela, 28 anos, baixinha, branca de cabelos curtos e pretos, com uma bundinha super empinada e Luís, 35 anos é um casal amigo nosso que frequenta nosso círculo de amizade há uns 5 anos.
Continuando. Léa me disse:
- Bom há umas 2 semanas atrás após a academia, fomos para sua casa para ela me mostrar algumas lingeries que vende e enquanto ela tomava banho fiquei olhando umas revistas e de dentro de uma, caíram 10 fotos delas transando com dois homens, sendo que um deles era o Luís. Quando ela entrou no quarto e me viu olhando as fotos ficou muito nervosa e quase chorando me pediu segredo e aos poucos foi me contando que tudo isso começou ainda no namoro, pois após 6 anos juntos as coisas esfriaram, quase terminaram e decidiram tentar algo diferente. Falou que nem sabia como que essas fotos foram parar ali. No início fingi naturalidade e falei que ninguém tinha nada a ver com a vida deles e tal. Mas mesmo assim me fez jurar que eu não contaria nem para você, pois as pessoas falariam mal deles dois e diante de minha curiosidade perguntou se eu queria ver mais, disse que ela que sabia e me mostrou só algumas de exibicionismo dela em praias e piscinas. Contou-me também que eles curtiam mais o ménage masculino, mas que já tinha feito swing e que já tinha feito uma orgia onde ela e outra amiga tinha dado conta de 6 homens.
Acabou que aquele assunto nos ascendeu de tal forma, que acabamos transando de novo e percebi que a Léa estava muito excitada e acabei perguntando:
- Então quer dizer que você viu o Luís pelado né?
E ela:
- Vi nada, eram apenas umas fotos.
Ela me cavalgava enquanto falávamos.
Disse:
- Para mim é a mesma coisa. Gostou?
Ela:
- Do que?
Eu:
- Oras, do que viu?
Ela não me respondeu. Perguntei de novo:
- É grande?
Ela deu um sorriso. Eu perguntei de novo:
- Me fala.
Ela:
- Por que você quer saber?
Disse:
- Me responde. É grande? Você gostou?
Ela:
- Pela foto parece que sim.
Perguntei de novo:
- Você gostou do que viu?
Nessa hora ela teve um orgasmo como a muito não tinha e ficou sobre mim por alguns minutos.
Cerca de 3 meses após essa conversa, Léa me disse que Rafaela nos convidou para uma festa num sitio de uns amigos fora da cidade. Brinquei:
- É festa erótica?
Léa rindo disse:
- Perguntei a mesma coisa a Rafaela e ela disse que não, mas teria gente lá que eles já tinham transado.
No dia Léa arrasou no figurino, com um vestidinho bem curto, com as costas toda nua e uma sandália alta. Fomos no carro deles pois o nosso estava ruim. No local deveria ter umas 20 pessoas na maioria casais.
Em determinado momento a Léa me fala:
- Amor, aquele é o cara daquelas fotos.
E me apontou um rapaz de uns 23 anos, alto que o Luís já havia levado no futebol umas vezes.
Falei:
- Conheço ele. É o Edu. Gente boa.
Mais tarde ficamos sabendo que o sítio é da família dele.
Como o lugar é de difícil acesso, por volta das 3 da madrugada, as pessoas começaram a ir embora, restando apenas nós 5, mais um primo do Edu (Marcos) e mais dois casais. Nesse momento estávamos em um canto conversando todos já bem alegrinhos pela bebida e fazia muito calor quando Edu falou que quem quisesse podia entrar na piscina no que Marcos disse:
- Eu vou.
Léa reclamou:
- Poxa Rafa, você bem que podia ter falado que eu trazia biquíni.
Ela:
- Pra que biquíni? A piscina está toda escura que mesmo sem nada não dá p/ ver nada e todos rimos.
O Edu falou:
- Boa ideia.
E correu, tirando a bermuda e camisa e se jogou na agua. Logo depois o Marcos e o Luís entraram também.
Chegamos perto e ficamos ao lado da piscina e Léa me perguntou:
- Você se importaria se eu entrasse?
Perguntei:
- Nua? Claro né amor!
Ela:
- Poxa, a agua parece estar tão boa.
Parece que um dos casais não gostou da ousadia, se despediram foram embora. Alguns minutos depois, o último casal chamou Rafaela e logo depois ela disse:
- Amor, o Pedro perguntou se podíamos leva-los até a cidade, pois ficaram a pé.
O Luís disse:
- Agora, estou todo molhado. Jonas bem que podia te levar lá hein!
Ela me olhou e pediu:
- Me leva, Jonas?
Olhei para Léa e disse:
- Vamos amor?
Ela:
- Poxa, estou cansada. Deixa eu aqui.
Nessa hora a Rafa já me puxava pelo braço sem eu responder. Parei e lhe disse:
- Acho melhor a Léa vim com a gente.
Rafa me arrastando pelas mãos disse no meu ouvido:
- Fica calmo que ela vai estar em boas mãos. E outra. Vou cuidar de você nesse tempo.
Após deixarmos o casal em casa a Rafa me disse:
- Vamos passar lá em casa rapidinho.
Ainda no carro ela já caiu de boca no meu pau me fazendo esquecer a Léa completamente. Transamos muito naquela noite. Além de bonita ela era um vulcão. Não tinha pudores para dizer como gostava e como queria. Ela sabia como provocar e várias vezes disse para era eu meter e fazê-la gozar porque a Léa estava gozando em três picas naquele momento.
Só fui encontrar com Léa no fim da tarde de domingo quando o Luís chegou do sítio. Fomos para casa e ela me disse:
- Transei muito e que adorei fazer DP.

Contou-me todos os detalhes e eu contei os meus. Agora fazemos parte desse grupinho que para nossa surpresa tem mais gente conhecida nossa do que imaginávamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...