302 - UM NEGÃO PARA DUAS CASADAS

- O primeiro negro, nenhuma mulher esquece.
Essa foi a frase que o Beto me disse no dia em que traí meu marido pela primeira vez.
No começo achei que ele estava se vangloriando por ser meu primeiro amante desde que casei, mas depois descobri que era verdade, pois me tornei uma verdadeira louca por uma vara de cor escura.
Esse papo de que toda loira é louca por um negrão deve ser verdade, porque eu sou loira e adoro um pau preto. A testa de meu marido que o diga.
Como tive de me distanciar de Beto pois ele é amante de uma amiga minha, também casada, procurei por vários negões nesse meio tempo. Só que num belo dia, deixei minha sogra em casa sozinha e fui para a casa de minha amiga. Aqui vou chamá-la Bia para não correr o risco de alguém desconfiar de alguma coisa.

Bebemos muito naquela noite e ficamos bem alegres, até que ela resolveu ligar pro Beto vir pra casa dela. Claro seu marido também não estava na cidade senão não teríamos aquela festinha. Ele veio o mais rápido possível, e quando chegou logo notou que nós duas estávamos meio altas. Eu me prontifiquei a ir embora para deixá-la a vontade com seu amante negro, mas ela me pediu para ficar.
Sentamos no sofá e começamos a conversar e beber de novo. Ele ficou no meio de nós, e estava bastante excitado pelo volume que estava na calça. Nem vi bem quando eu acabei me inclinando sobre ele e tasquei um beijo na boca da Bia. Ela correspondeu, pois estávamos muito afim uma da outra a muito tempo, mas não tínhamos coragem de nos entregarmos aquele desejo. Mas, como a bebida e a presença daquele macho enorme nos incentivou, fomos em frente.
Beto ficou olhando eu tirar a blusa de Bia e ela a minha. Beijei os peitos dela e ele os meus. Ficamos trocando, ora ela me mamava e ele a ela, ora eu beijava o peito negro dele e ela suas pernas. Ele afinal ficou totalmente nu.
Seu pau estava duríssimo pela excitação e logo nós duas caímos de boca. Nós nos beijávamos na boca com aquele pauzão preto no meio. Ele puxava nossos cabelos e mandava chupar gostoso. Bia começou a mamar as bolas dele e eu engolia a cabecinha.
Agora imaginem como não é gostoso para um homem ser chupado por duas gatas loiras ao mesmo tempo. Aposto que aquele negão nunca repetiu a dose.
Ele colocou-me de quatro e começou a chupar minha buça indo com a língua dela ao cú e voltando. Bia chupava aquele pauzão preto com tanta vontade que eu achei que ela iria arrancar. Pedi para ele me foder, e ele meteu gostoso o pauzão na minha buça. Bia beijava a bunda dele, lambia as pernas e me lambia o cú também. Uma verdadeira putaria.
Depois que eu gozei, ele foi para cima dela e meteu nela de quatro. Eu fiquei de frente para ela e lhe beijava a boca. Ela gozou como uma vaca também.
Ele claro, pediu para comer nossos cuzinhos, então corremos para a cama, ele colocou um lubrificante e nós ficamos de quatro uma ao lado da outra nos beijando na boca. Ele de pé ao lado da cama meteu em nossos buracos brancos aquela toruba preta enorme. Ficou indo de um cú para o outro, e nós duas fazíamos uma gritaria louca. Fiquei pensando se alguém não acabou escutando. Um vizinho ou uma pessoa na rua sei lá, mas nem liguei.
Ele ficou esgotado de tanto nos comer o cú. E nós duas caímos vencidas e arrombadas.
Ele se deitou ao nosso lado e eu olhei para Bia e perguntei:
- Vamos deixar ele sair assim sem nos vingarmos?
Como resposta ela pegou o pauzão preto e meteu na sua boquinha branca. A primeira vez que vi outra mulher chupar um pau preto na minha frente, foi naquele dia, e então percebi como é lindo o sexo entre raças.
Não resisti e caí de boca também. Eram duas loiras casadas chupando um enorme pau negro delicioso. E os maridinhos cornos pensando que estávamos em casa vendo novela. Que chifrudos!!
Ele finalmente jorrou porra em nossas bocas, era tanta que espirrou até em nossos olhos. Depois nos beijamos e engolimos tudo, lambendo o negão.
Tomamos banho juntos, e dei outra chupada nele. Com ela olhando. Depois eu fui embora, mas eles ficaram lá fazendo todo o tipo de sacanagem. Só de imaginar fico molhada.
Aquela foi minha primeira vez em uma transa a três. Agora estou doida para encarar dois homens de uma vez. Só que estou meio com medo.
Pode ser até um negro e um branco para eu poder comparar um com o outro.

Mas já desconfio que o negão vai ganhar longe...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...